Contacto SMS ou gravador: 910 873 850

Ritmos de desenvolvimento: ancas

displasia

A luxação da anca é o primeiro problema ortopédico, ao qual os pediatras prestam muita atenção, assim que a criança nasce. A cabeça do fémur luxada encontra-se fora da cavidade na qual se articula, em condições normais. Como os ossos do recém-nascido são moles e crescem rapidamente, a pressão da cabeça do fémur forma uma nova cavidade por cima do local correto, deixando uma articulação instável e uma extremidade mais curta, o que faz coxear durante toda a vida.

Os sinais de alerta são assimetria das pregas da pele nas extremidades inferiores, o encurtamento de uma das pernas relativamente à outra ou o barulho que articulação faz, ao abrir as coxas do recém-nascido. O diagnóstico confirma-se por ecografia e o tratamento é tão simples como manter separadas as coxas do lactente, durante umas semanas, podendo ter um acompanhamento da Osteopatia Pediátrica durante esta fase e após, de forma a consolidar a terapêutica imposta.

Na dúvida ou para qualquer esclarecimento adicional, não hesite em marcar uma consulta com um Fisioterapeuta/Osteopata Infantil, ou directamente com o médico que o segue.
Deixar resposta

Newsletter

INSTITUTO DE TERAPIA INTEGRATIVA

Clínica Pediátrica de Setúbal (Setúbal)
Centro Terapêutico Sotto Mayor (Quinta do Conde)
CASCUZ (Sesimbra)

Tel.: 910 873 850

Horário de Funcionamento: 2ª a 6ª, com marcação prévia, mediante disponibilidade.

Estatísticas

  • 47977Total visitas:
  • 0Visitas online: