OSTEOPATIA PEDIÁTRICA

Ritmos de desenvolvimento: a coluna vertebral

Escoliose

Cada criança nasce com os limites de altura e peso já inscritos no seu ADN. Em matéria de crescimento, a genética tem a última palavra. Mas uma coisa é o potencial genético que se herdou e outra é a forma como a criança se desenvolve. O ritmo e a velocidade do crescimento variam ao longo da infância e são modelados por um conjunto de influências externas, como a alimentação, os factores ambientais, a saúde, etc. Assim, acredita-se que o resultado final depende em 60% da herança genética e em 40% dos restantes factores.

A Coluna vertebral

A escoliose (um desvio da coluna), é um aspecto ortopédico importante, que merece a pena vigiar, avaliar e corrigir, nas crianças. Muitas vezes basta olhar para a criança de costas, de pé e dobrada. A escoliose costuma evidenciar-se por assimetria na proeminência das escápulas, A melhor forma de a prevenir é fazer exercício físico de forma regular, evitar posturas inadequadas e fazer um acompanhamento ao longo do desenvolvimento infantil junto de um Fisioterapeuta e/ou Osteopata Infantil (com especialização e experiência nesta área).

Na dúvida ou para qualquer esclarecimento adicional, não hesite em marcar uma consulta com um Fisioterapeuta/Osteopata Infantil.
Deixar resposta

Newsletter

INSTITUTO DE TERAPIA INTEGRATIVA

Clínica Pediátrica de Setúbal (Setúbal)
Centro Terapêutico Sotto Mayor (Quinta do Conde)
CASCUZ (Sesimbra)

Tel.: 910 873 850

Horário de Funcionamento: 2ª a 6ª, com marcação prévia, mediante disponibilidade.

Estatísticas

  • 49404Total visitas:
  • 0Visitas online: